5 de jul de 2009

Sono

E o sono que não vem
O sono no qual eu quero me afogar
para perder todos os sentimentos
pensamentos
desejos

Não vou nadar contra essa maré
vou apenas esperar
e me afogar

esquecerei quem sou
assim como o que penso

então mergulhar,
e desejar
não sonhar, nem acordar

Um comentário:

Soso Paskin disse...

tenso, nao sei se aguentaria.